Skip to content

Vamos melhorar? Respostas.

2.November. 2013
por Claudia Atas

Aqui vão as respostas para as cinco questões propostas no último teste:

1- Por que este conjunto título-subtítulo-chamada denota negligência?

Nas três seções, repete-se a mesma ideia com as mesmas palavras ou a mesma construção: “usou logística de Maluf”, “utilizando estrutura usada por ex-prefeito” e “usou a mesma logística empregada pelo ex-prefeito Paulo Maluf…”.

Ao menos na chamada, que oferece mais espaço ao redator, informação ainda não aproveitada poderia ser inserida, sendo mais útil ao leitor.

2- O que se pode eliminar deste lead, porque dispensável, aumentando sua qualidade estilística?

A última frase: “Por isso comecei este artigo com a frase: “Cliente, acredite, nós estamos do mesmo lado”.

Um título marcante, como esse, não precisa ser justificado com a repetição no lead– por sinal, claro e incisivo a respeito. Além disto, o corte proporciona uma vantagem: levar o leitor mais diretamente ao argumento do artigo.

Mesmo mantendo o original, ainda me parece mais interessante eliminar o título: “Muitas vezes tive vontade de dizer ao cliente que estávamos do mesmo lado. E muitas vezes o fiz.”

Observe que esta questão não trata de erro, mas de estilo, e que o texto oferece uma boa oportunidade de exercitá-lo.

3- Onde está a incoerência deste trecho?

A frase inicial pressupõe uma verdade, ou, apresenta argumento bastante lógico. Mas está associada a erro: “Veja esses e outros erros …”

Não seria necessário ler o original. Mas, nele, descobre-se por que o autor se enganou:

Aqui está o que você deve estar fazendo errado na negociação, e o que precisa fazer para consertar.

#3. Você não percebe que cada contato junto a um cliente potencial é uma negociação

4- Quais são os dois erros na resposta do entrevistado?

1- “todo uma preparação nela” – um erro muito comum entre pessoas que costumam usar esse tipo sofisticado de construção (toda uma série de cuidados, toda uma história, …) . O correto é “toda uma preparação”.

2- “é feito”. O entrevistado reforça o masculino “todo uma preparação”.

 5- O que ficou ruim neste título?

No título, o cacófato: “Texto de García Lorca ganha 1ª montagem profissional…”

Na Nota, “sobre qualquer hipótese”, quando o correto é “sob qualquer hipótese.

 

 

Deixe uma resposta

Observação: Você pode usar HTML básico nos seus comentários. O seu email não será publicado.

Assine este comentário via RSS