Skip to content

Em qual perspectiva você escreve?

15.July. 2011
por Claudia Atas

Quando você escreve, sua narração pode conter várias perspectivas de leitura – a sua, a do leitor e a de alguém / algo objeto da comunicação. Essa questãoapareceu indiretamente em um dos exercícios aplicados, atrapalhando a maioria dos participantes do curso Redação para Ouvidores (veja post do último dia 6).

A frase desse exercício usava expressão original de um profissional de Atendimento ao Consumidor: “No ano passado, foram emitidas centenas de manifestações”.

Os significados mais associados a esse verbo são emitir luz e som; emitir dinheiro; e “manifestar, exprimir algo oralmente ou por escrito”, (…) (como) “emitir um parecer, conforme se vê no dicionário Aulete eletrônico (http://aulete.uol.com.br/site.php?mdl=aulete_digital&op=loadVerbete&pesquisa=1&palavra=emitir&x=12&y=6)

Emitir 500, 800, 1.500 manifestações não é a melhor expressão para se relatar o volume de recebimento de reclamações, elogios e solicitações em geral. A forma suscita dúvida, que precisa ser esclarecida: quem emitiu? Os consumidores que procuraram o serviço de atendimento? Ou os atendentes que registraram as manifestações dos clientes e as repassaram ao coordenador, ao supervisor?

Esse exercício ajudou a turma a perceber como é  importe  redigir levando em conta as várias perspectivas da mensagem: de quempratica a ação; de quem se refere à ação praticada por outro; de quem lê a narração; e, no ambiente profissional, a perspectiva de quem lê para tomar decisões.

Deixe uma resposta

Observação: Você pode usar HTML básico nos seus comentários. O seu email não será publicado.

Assine este comentário via RSS